Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

4 dicas para motivar uma equipe de vendas no começo do ano

Início de ano, em muitos seguimentos do varejo significa vendas baixas. 
Grande parte dos consumidores ainda estão pagando pelas compras de final de ano e têm menos dinheiro disponível para gastar.

Esse é um momento delicado para os lojistas e se nada for feito para motivar sua equipe de vendas, seu negócio vai demorar para deslanchar novamente.

Menos movimento no ponto de venda gera vendedores desmotivados, que passam a vender ainda menos e acabam atendendo mal os poucos clientes que estão comprando.

É uma tragédia atrás da outra! Mas não precisa ser assim!

Continue lendo nosso artigo e veja nossas 4 dicas, para motivar uma equipe de vendas não só no começo do ano, mas durante o ano todo:  

1 –  Seja Humano e Flexível

Diferente do que muitos pensam, a maior motivação é a que menos precisa-se investir. Não é a motivação em dinheiro e sim a motivação que surge pelo relacionamento interpessoal.

Para motivar um vendedor, em primeiro lugar, tem que ser flexível. Não existe uma forma milagrosa que serve para todos, até por que cada ser humano é um, com suas características e individualidades, por isso a flexibilidade de entender o que motiva cada um do grupo é fundamental para se conseguir resultados extraordinários no coletivo. Essa é a forma mais eficaz para motivar uma equipe de vendas ou de qualquer outra função com o menor investimento possível.

O empresário deve entender antes de tudo, que acima de qualquer outra coisa, lidamos com seres humanos, pessoas que têm família, necessidades, problemas emocionais e por isso é preciso entendê-los e não os tratar simplesmente como robôs e caixas, como acontece em muitas empresas.

Saiba que ao enxergar individualmente os vendedores, considerando as características individuais de cada um, o vendedor perceberá uma relação de interesse pessoal saindo da relação fria e superficial como geralmente acontece e como consequência dessa relação, gera motivação.

Um grande exemplo de empresa de gestão humanizada é a Google. A Google reconhece que o trabalho a ser desenvolvido exige bastante foco em detalhes, o que pode ocasionar estresse para o colaborador, então ela prega que o local de trabalho deve ser visto como um verdadeiro lar. Por isso, a empresa permite, por exemplo, que o colaborador trabalhe com as roupas que lhes são mais convenientes e que leve os seus animais de estimação; promove, ainda, viagens, refeições grátis de alta qualidade e o incentivo ao contato direto com lideranças de alto nível. O reconhecimento de valores é algo que também faz com que os funcionários trabalhem de uma forma mais motivada.

2 – Dê Feedbacks

Quando um bom vendedor erra e perde uma venda, ele é criticado, quando vende horrores às vezes não recebe um simples parabéns. É preciso reconhecer os acertos mais que os erros. O objetivo do feedback é ser construtivo, por isso é necessário evitar as críticas que não sejam proveitosas e simplesmente dar opiniões sinceras que farão o vendedor crescer. É importante destacar mais os pontos positivos em vez dos negativos. Uma ótima técnica de feedback, é o Feedback Sanduíche.

O feedback sanduíche baseia-se na ideia de se iniciar a conversa com os pontos positivos do colaborador, em seguida, expor o ponto em que o funcionário necessita melhorar e finalizar com pontos que estão melhorando, mas ainda precisam melhorar.

A maioria das pessoas ficam um pouco tensas quando vão para uma reunião de feedback, e isso é normal, pois lá vários pontos profissionais serão expostos.

Para driblar esse nervosismo, o elogio inicial vem para mostrar para o funcionário que o seu responsável está ciente das coisas boas que ele (o funcionário) está fazendo.

Em seguida é dito onde a empresa espera que aquele colaborador melhore. Isso é importante para que ele tenha a consciência de onde ainda pode se aperfeiçoar.

A última etapa, os pontos que estão bem mas ainda precisam ser melhorados, encerram o feedback deixando o colaborador receptivo aos comentários feitos durante a reunião.

Essa técnica de feedback se diferencia das demais porque trata o feedback de maneira mais humana.

Explicando a analogia do sanduíche, os pães são os elogios que o líder dá ao colaborador, são eles que seguram o recheio, que é a parte mais importante.

O recheio são os pontos que precisam ser trabalhados e é a parte mais importante do sanduíche.

Saber reconhecer e orientar são características de um bom líder e de uma boa empresa. O Importante é: reconhecer as vitórias, vibrar com as conquistas e participar das realizações! 

3 – Proporcione um ambiente de desenvolvimento

Uma outra dica é aproveitar o movimento mais tranquilo nos meses de janeiro e fevereiro para reciclar as habilidades da sua equipe. Investir em programas de treinamentos, propiciando um desenvolvimento profissional, como por exemplo: 

  • Técnicas de abordagem
  • Treinamento de produtos
  • Métodos de atendimento
  • Venda adicional 
  • Fechamento de vendas

Abordar também temas gerais, como assuntos que envolvam relações pessoais, tais como: gerenciamento do tempo, gerenciamento do stress, relacionamento familiar, qualidade de vida, etc, proporcionando também um desenvolvimento pessoal, que gerará satisfação por parte do pessoal e consequentemente uma retenção de talentos. Não adianta investir fortunas em treinamentos sendo que quando forma-se um bom vendedor perde ele para a concorrência, tendo que treinar um outro. O mais difícil não é formar talentos, mas retê-los.

4 – Proponha metas reais e conquiste a confiança da equipe

Gerar confiança significa gerar comprometimento que leva a resultados que farão toda a diferença. Como fazer isso? Cumprir, por exemplo, o prazo para pagamento de comissões, bonificações ou metas, cumprir realmente o que foi prometido.

Vou usar aqui um exemplo de uma experiência que passei. Em uma empresa em que trabalhei, me prometeram uma premiação caso alcançasse uma meta, que para o proprietário parecia impossível. Eu alcancei a meta e ele, em vez de vibrar comigo a conquista, inventou mil desculpas para não pagar o prêmio. Conclusão: Ele não pagou o prêmio, me senti DESMOTIVADO, e pouco tempo após o ocorrido, me desliguei da empresa. Já recebi convites para voltar, mas a imagem de desconfiança ficou, excluindo qualquer possibilidade do meu retorno à empresa. 

Algumas empresas colocam metas irreais para a realidade do mercado. Os gerentes querem, muitas vezes que os vendedores “quase” alcancem as metas, por que assim, a empresa venderá bastante e não precisará conceder as bonificações propostas. E o pior é que muitos gerentes fazem isso.

Trace metas reais, que incentivem o crescimento de cada um. Mas quando alcançadas, honre com o acordo, pague os brindes e gratificações com prazer, vibre com o vendedor, faça parte dessa conquista. Seus resultados serão tão extraordinários quanto o possível.

Vale ressaltar também que, algumas empresas não oferecem nada a mais quando um vendedor bate a meta antes do fim do mês. Conhecemos casos de pessoas que batiam a meta na metade do mês, e por falta de um incentivo maior, deixava de vender o resto dos dias. Consequentemente, o estabelecimento perde com isso. É necessário instigar o vendedor a continuar vendendo, mesmo com a meta já alcançada, por isso, motive-o(a)! Crie bonificações para quem já atingiu a meta, assim você fomenta o espírito de competição da equipe.

Fomentar o espírito de competição saudável pode ser algo divertido e motivador para sua equipe. A ideia é que cada vendedor tente se superar e, no processo, consiga alavancar as vendas da loja no período mais difícil do ano.

Conclusão

Motivar pessoas e liderá-las para alcançarem sucesso em suas vidas profissionais e pessoais está no fato de descobrir as ferramentas necessárias para explorar o máximo do potencial de cada um, alcançando e mantendo a melhor performance de cada talento.

Siga as considerações propostas nesse texto que certamente você terá vendedores mais motivados, sua empresa como consequência venderá mais e ainda assim cumprirá com um grande papel: fazer do ambiente de trabalho um ambiente propício à realização de cada um.  

Posts relacionados

Uma resposta para “4 dicas para motivar uma equipe de vendas no começo do ano”

  1. Cursos Online disse:

    Sou a Marina Da Silva, gostei muito do seu artigo tem
    muito conteúdo de valor parabéns nota 10 gostei muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio