Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Comportamento de pagamento das empresas [Dica de Adicional]

Um levantamento feito pela Federação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra o crescimento no número de empresas com contas em atraso:

A inadimplência atingiu 5,305 milhões de micro e pequenas empresas em dezembro de 2018, representando o segundo maior volume de toda a série histórica, abaixo apenas do recorde em setembro de 2018 (5,327). Na comparação com o mesmo mês de 2017 (4,937 milhões), houve aumento de 7,5% e na relação com novembro de 2018 (5,252 milhões), uma alta de 1,0%. “Além dos fatores econômicos, este alto patamar de inadimplência também tem relação com a dificuldade das micro e pequenas empresas em administrar a saúde financeira dos negócios”, diz o vice-presidente de Micro, Pequenas e Médias Empresas da Serasa Experian, Victor Loyola.

Por Região, o Sudeste concentrou a maior alta (9,8%) da inadimplência em dezembro de 2018, na comparação com o mesmo mês de 2017. Em segundo lugar, aparece o Sul, com crescimento de 6,5%. Na sequência, Norte (5,8%), Centro-Oeste (5,0%) e Nordeste (2,4%). Por Estado, o Rio de Janeiro lidera o ranking com alta de 14,4% em dezembro de 2018, na comparação com o mês correspondente de 2017. Amapá e São Paulo aparecem na sequência, com aumento de 12,4% e 10,1%, respectivamente. Somente três Estados apresentaram queda na mesma relação: Piauí (-2,1%), Rio Grande do Norte e Alagoas (ambos -2,0%). 

Por segmento, Serviços foi o setor que mais deixou de pagar as contas em dia, com alta de 12,2% em dezembro de 2018, na comparação com dezembro de 2017. A indústria (8,4% de participação) vem na sequência, com aumento de 3,5% e o comércio (43,4% de participação) com crescimento de 3,4%.

Se você tem uma empresa B2B, ou seja, vende para outras empresas, provavelmente deve ter sentido o impacto destes dados em sua empresa. E quais atitudes você tem tomado para diminuir a inadimplência em sua empresa?

Como nos conteúdos anteriores, queremos te dar dicas para a potencialização de seu negócio, e hoje vamos explicar sobre uma de nossas ferramentas adicionais: o Comportamento de Pagamento.

Comportamento de Pagamento

Com os crescentes números da inadimplência, é fundamental que as empresas que vendem a prazo, utilizem ferramentas para orientar o fechamento de seus negócios. As informações obtidas por meio destas ferramentas não precisam ser usadas apenas para permitir ou restringir o acesso ao crédito. Também é possível utilizá-las para desenvolver planos e linhas de crédito mais apropriadas para cada perfil de cliente.

Nesse processo, o adicional Comportamento de Pagamento surge como uma ferramenta fundamental, uma vez que demonstra o comportamento de pagamento de um grupo de empresas de um mesmo setor, região e porte em relação aos pagamentos realizados no mês atual e nos últimos 13 meses, evidenciando a capacidade e pontualidade nos negócios, exemplificando assim seu padrão de ações. Criado no ano de 2017 pela Serasa Experian, o Comportamento de Pagamento é um adicional oferecido nas consultas de CNPJ. Além desse adicional ser um dos mais completos para a pessoa jurídica, é o mais indicado para um cadastro completo e seguro de um novo cliente. Utilizando esta ferramenta, você pode conhecer a capacidade e pontualidade de uma empresa.

Confira abaixo alguns diferenciais na resposta que esta ferramenta traz:

Comportamento de pagamentos anteriores:

Vencimentos futuros, ou seja, dívidas que o CNPJ tem:

Registros de consultas sob o mesmo CNPJ em um prazo de 3 meses:

A partir destes dados, você tem total condições de prever se poderá vender, como vender e o quanto poderá vender à outra empresa. Com isso, você reduzirá e muito as tentativas de fraudes e de caloteiros que rodam o Brasil causando inadimplência nas empresas.

Potencialize suas análises e acabe já com a inadimplência em seu negócio!

Conheça outras ferramentas e saiba mais sobre saúde financeira através de nosso Blog.

Posts relacionados

Os principais desafios das PMEs no Brasil: como superá-los?

As pequenas e médias empresas são importantíssimas para a economia do país. Porém, apesar de já representarem 30% do PIB, as dificuldades enfrentadas por elas ainda são muitas. Confira então os principais desafios das PMEs no Brasil!

Destaques

3 min

Uma resposta para “Comportamento de pagamento das empresas [Dica de Adicional]”

  1. Ronald disse:

    A SCC arrasa nas dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio