Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

O cenário atual do empreendedorismo feminino no Brasil

“Lugar de mulher é onde ela quiser”. Essa frase famosa, que vem repercutindo muito nos últimos anos, se comprova cada vez mais, especialmente no mercado de trabalho. 

Embora a maioria dos empreendedores no país ainda seja do sexo masculino, o empreendedorismo feminino no Brasil só se fortalece. Todo ano, mais mulheres tomam a decisão de abrir seu próprio negócio e conquistar liberdade financeira. 

Ainda há um longo caminho a ser percorrido na busca pela igualdade de gênero, mas é inegável o empoderamento, a representatividade e o espaço que elas já conquistaram. Pensando em todas essas temáticas e no dia 08 de março que está chegando, preparamos este post para falar sobre a participação feminina no mercado.

Continue a leitura para conferir! 

Empreendedorismo feminino: mulheres que inspiram 

Segundo a pesquisa Empreendedorismo Feminino no Brasil em 2022, feita pelo Sebrae, houve um recorde de mulheres donas de empresas, 10,3 milhões, o que corresponde a 34,4% dos empreendedores. 

Os números são muito positivos e a tendência é que continue crescendo. Isso porque aumentar a participação feminina no empreendedorismo contribui não só para o surgimento de novos negócios, como para a geração de empregos. 

Há grandes exemplos de mulheres empresárias que se tornaram referência em diversos setores do mercado. Veja alguns nomes:  

Luiza Helena Trajano

À frente da Magazine Luiza, empresa de varejo com faturamento bilionário, Luiza se tornou uma das maiores empresárias do Brasil. 

Sônia Hess

Além de ser vice-presidente do Grupo Mulheres do Brasil, é ex-presidente da Dudalina, marca de roupas de alto padrão que ficou conhecida principalmente por suas camisas sociais femininas. Apesar da empresa, que foi fundada por seus pais, ter sido vendida, enquanto esteve no comando do negócio, Sônia levou resultados surpreendentes à organização.  

Leila Velez e Zica Assis

As fundadoras e sócias do Instituto Beleza Natural não mediram esforços para criar produtos especializados em cabelos crespos e cacheados. Não é à toa que a empresa se tornou uma das maiores do ramo de beleza e bem-estar do país. 

(Leia também: Empreendedores de sucesso: 4 histórias para se inspirar).

Atividades com maior atuação de mulheres na gestão 

Muitas mulheres têm o desejo de começar um negócio do zero, mas não sabem por onde começar e em que área investir. Por isso, trouxemos as atividades que possuem maior participação feminina na gestão, de acordo com um levantamento realizado. 

1. Cabeleireiro e tratamento de beleza 

2. Comércio de vestuário 

3. Serviços de catering, bufê e serviços de comida preparada

4. Produtos farmacêuticos, cosméticos e perfumaria

5. Confecção sob medida

6. Fabricação de artefatos têxteis 

A verdade é que as possibilidades são enormes. Uma boa dica antes de abrir uma empresa de fato é encarar como uma atividade de renda extra, assim, você vai sentindo aos poucos como funciona o mercado e entendendo a demanda.

Lembre-se: o mais importante para quem tem o sonho de se tornar empreendedora é buscar informação sobre a área de atuação, criar um bom planejamento e, é claro, dar o primeiro passo.  

E então, gostou desse conteúdo? Esperamos que ele sirva como fonte de inspiração para você que pretende empreender.

Em nosso blog você encontra outras matérias como essa. Não deixe de acompanhar. Até a próxima! 

Posts relacionados