Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Segunda fase do Open Banking é adiada, saiba mais

No dia 14 de julho de 2021, o Banco Central fez o anúncio de que a segunda fase do Open Banking seria adiada para 13 de agosto. A alteração na data de lançamento, que estava marcada para 15 de julho, se deu para atender aos pedidos das instituições que estão participando do sistema, para que pudessem concluir os testes de certificação e registro das APIs.

Como já explicamos em uma postagem anterior (O que é Open Banking: conheças as vantagens desse sistema), o Open Banking é um projeto que visa facilitar e proporcionar mais controle e autonomia aos consumidores sobre suas finanças, permitindo que eles compartilhem suas informações financeiras com bancos autorizados pelo BC.

Desse modo, é muito importante que todas as etapas sejam finalizadas para que o funcionamento do sistema seja realmente vantajoso para os usuários. Por isso, a seguir, vamos te mostrar como ficam as datas e o cronograma para as fases seguintes! 

Com a segunda fase do Open Banking adiada, como fica o cronograma?

A primeira fase iniciou no dia 1º de fevereiro deste ano. Apesar do adiamento da segunda etapa, as próximas datas se mantiveram as mesmas, sem sofrer nenhuma modificação. Veja, então, para quando elas estão previstas e o que acontecerá em cada uma: 

2ª fase: 13 de agosto de 2021

Tendo o consentimento do usuário, será possível realizar o compartilhamento de dados dos clientes entre as instituições participantes. Por exemplo: dados cadastrais, transações bancárias e de cartões de crédito e operações de crédito em geral. 

3ª fase: 30 de agosto de 2021

Na etapa 3, o consumidor terá novas opções de pagamento e novas propostas de operações de crédito. Isso quer dizer que os clientes poderão realizar pagamentos de outras maneiras, além do ambiente do banco, como por um aplicativo de mensagem e afins. 

4ª fase: 15 de dezembro de 2021

Na quarta etapa, o cliente conseguirá compartilhar informações de produtos e serviços, como operações de câmbio, seguros, investimentos, previdência, entre outros. 

O Open Banking não para por aí: confira o que está previsto para 2022

Além de toda a programação para 2021, já existe uma previsão para outras funcionalidades que podem chegar em 2022. Dá só uma olhada: 

15 de fevereiro de 2022

A expectativa para o início do ano que vem é que os usuários consigam compartilhar serviços e transferências entre contas de um mesmo banco e a por meio de TED. 

30 de março de 2022

Logo em seguida, está a opção de envio de propostas de operações de crédito para clientes que começarem a utilizar o sistema. 

31 de maio de 2022 

Neste momento, a ideia é ampliar as possibilidades de compartilhamento para operações de câmbio, seguros, investimentos, previdência, etc. 

30 de junho de 2022 

Em sequência, para a metade do ano ainda haverá o compartilhamento de serviços de pagamento por boleto. 

30 de setembro de 2022 

Por fim, estima-se que o compartilhamento de serviços de débito em conta seja ativado nos últimos dias do mês de setembro.

E então, o que achou deste conteúdo? Você acabou de conferir as próximas datas das fases do Open Banking e uma prévia do que está programado para 2022. Se quiser ler outras matérias como essa, continue acompanhando nosso blog e nos siga nas redes sociais. Até a próxima! 

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo que responderemos em seguida!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio