Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Saiba quais são os 4 tipos de devedores e como cobrá-los

Diversas empresas enfrentam, diariamente, situações desagradáveis por conta de clientes que compram e não cumprem com a responsabilidade de pagar. A inadimplência é um fato, nós sabemos. Mas você já ouviu falar nos diferentes tipos de devedores?

É isso mesmo! Existem 4 definições de perfis de devedores mais comuns no Brasil. A situação é tão corriqueira, que esses consumidores já receberam classificações. Porém, é essencial entender os conceitos, pois nem todos estão atrelados a um mau pagador. 

Conhecê-los bem é uma forma de melhorar a análise de crédito e encontrar a melhor abordagem para cobrá-los.

No post de hoje vamos te mostrar quais são esses perfis, ao que cada um se refere e como fazer uma cobrança adequada para cada um deles. Ficou interessado? Então continue por aqui que a gente te explica tudo! 

Conheça os 4 perfis de inadimplentes mais comuns 

São 4 os tipos de devedores mais habituais no mercado. Veja a seguir como eles são nomeados:

Devedor ocasional 

O devedor ocasional não entra na lista de mau pagador. Esse é o tipo de pessoa que costuma cumprir com suas responsabilidades financeiras, mas, por conta de situações inesperadas do dia a dia, pode acabar atrasando a data do pagamento ou priorizando outras contas.

No entanto, assim que cobrado, ele tende a pagar a dívida o mais rápido possível, sem qualquer reclamação. Esse é o perfil com o qual devemos ter mais compreensão e flexibilidade, afinal de contas, imprevistos acontecem e ele jamais se queixará quando receber uma cobrança. 

Devedor crônico 

O tipo crônico merece um pouco de paciência e cuidado. Isso porque este perfil não deixa de pagar suas dívidas de propósito, ele simplesmente é desorganizado e, por essa razão, esquece dos prazos de suas obrigações. 

O devedor crônico, na maioria das vezes, só realiza o pagamento de suas contas em atraso depois de receber uma cobrança.

Não é uma pessoa questionadora, apenas precisa ser lembrado de seus compromissos para colocá-los em dia. Não é à toa que grande parte das dívidas são quitadas com adicionais de multas e juros. 

É válido reforçar que não estamos falando de um mau pagador. Muita vezes, as cobranças são feitas de maneira demasiadamente incisivas, fazendo com que o relacionamento entre cliente e empresa fique desgastado.

Devedor negligente 

Sabe aquelas pessoas que vivem sem pensar no amanhã? Esse é o perfil do devedor negligente! Como o próprio nome sugere, é o tipo de inadimplente que não tem controle algum sobre suas operações financeiras.

É mais ou menos assim, ele sempre estará disposto a comprar mais do que realmente pode pagar no momento. Suas dívidas, geralmente, são maiores do que o crédito disponível para quitá-las.

Por tudo isso, é o tipo de perfil considerado de risco, capaz de manter a inadimplência por tempo indeterminado. Nesse caso, é essencial que a abordagem de cobrança seja um tanto firme e objetiva, e a análise de crédito, consequentemente, mais aprofundada e detalhada.

Mau pagador 

Por último, temos o mau pagador. As pessoas que se enquadram nessa lista, normalmente, têm muita dificuldade para recuperar crédito. O fato de ser cobrado e constar dívidas em atraso ou pendências em seu nome, costuma não gerar nenhum incômodo a esse tipo de devedor. 

Em razão disso, estabelecer um diálogo de acordo com esse perfil de inadimplente não é nada simples. No momento de abordá-lo, a comunicação precisa ser incisiva e, sobretudo, extremamente clara. Todos os riscos e implicações legais, como encaminhamento judicial, devem ser explicados. 

O relacionamento, nessa situação, deixa de ser prioridade, já que não se trata de um cliente ideal para fechar negócios. 

A importância de conhecer esses perfis para fazer uma cobrança adequada

Como podemos perceber, os 4 tipos de devedores são bem diferentes uns dos outros. Cada um tem um perfil, que pode ou não apontá-lo como um pagador ruim e irresponsável. É imprescindível, portanto, que todas essas definições estejam esclarecidas para evitar problemas na hora da cobrança

O setor responsável pelas cobranças de sua empresa deve agir de acordo com a personalidade de cada devedor. Quando se tratar de um tipo ocasional e crônico, a abordagem pode ser mais amena, prezando pelo bom relacionamento. 

A partir do terceiro, a comunicação já começa a tomar um caminho mais estreito e firme. Por fim, para o mau pagador, o diálogo tem de ser objetivo, apresentando todas as complicações que a inadimplência pode provocar a ele. 

Para conseguir conhecer melhor esses perfis e saber se algum dos seus clientes se identificam com eles, a análise de crédito é essencial. Por falar nisso, na SCC Check você encontra diversas soluções para fazer uma avaliação precisa e eficiente. 

E então, achou esse conteúdo útil para você e seu negócio? Para conferir mais matérias relacionadas, é só acompanhar nosso blog e nos seguir nas redes sociais. 

Ficou com alguma dúvida? Nos deixe um comentário que responderemos em seguida!

Posts relacionados

5 Dicas para você preparar sua loja para vender mais no dia das mães

O Dia das Mães, em volume de vendas, é a segunda data mais importante para o varejo brasileiro, perdendo apenas para o Natal. Por isso, sua loja deve estar pronta para um aumento considerável no movimento nos dias que antecedem essa data. Há poucas semanas, o site de comércio OLX fez uma pesquisa para identificar a percepção […]

Destaques

4 min

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio