Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

O que é taxa Selic: como ela afeta a economia e as empresas

Não é necessário ser, de fato, especialista em economia para ter o próprio negócio, mas é preciso se informar e ficar atento sobre alguns indicadores que podem influenciar (positiva ou negativamente) o desenvolvimento da sua empresa. Então, com certeza você sabe o que é taxa Selic.

Por isso, no post de hoje, vamos esclarecer algumas das principais dúvidas sobre essa taxa, explicar como ela afeta a economia do país e o seu negócio. Continue a leitura para conferir! 

Em primeiro lugar: o que é taxa Selic?

Selic é a sigla para Sistema Especial de Liquidação e Custódia, um programa criado em 14 de novembro de 1979, no qual os títulos do Tesouro Nacional são negociados diariamente por instituições financeiras. Inclusive, somente o Banco Central e instituições financeiras podem comprar e vender títulos nessa esfera.

A Selic, por sua vez, está relacionada aos títulos públicos oferecidos pelo governo nesse sistema. Estamos nos referindo a taxa básica de juros da economia, que “comanda” todas as outras taxas de juros do país (financiamentos, empréstimos e afins).

Como é definido o valor da Selic? 

O responsável por definir o valor da Selic é o Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom

A cada 45 dias, o órgão se reúne para discutir e decidir se a taxa irá aumentar, manter-se como está ou diminuir. 

No momento, ela se encontra em 13,75%. Essa porcentagem foi estabelecida em uma reunião realizada no dia 21 de junho de 2023. 

Os próximos debates do Copom para reavaliar esse percentual já estão com datas marcadas: 

  • 01 e 02 de agosto 
  • 19 e 20 de setembro 
  • 31 de outubro e 1º de novembro 
  • 12 e 13 de dezembro. 

O impacto da Selic nas empresas 

Precisamos entender que o índice publicado pelo Copom é uma meta. Essa meta é utilizada como base para a cobrança de juros dos bancos. Isso quer dizer que a Selic afeta todas as taxas cobradas em operações de crédito. 

Quando pensamos nesse impacto sobre as empresas, estamos nos referindo aos efeitos sobre o crédito e consumo. Ou seja, se houver aumento na taxa básica de juros, os custos para obter linhas de crédito serão mais altos. 

Outro ponto importante é que, se a oferta de crédito diminui, as PMEs, por exemplo, podem ter mais dificuldades para conseguir empréstimos. Mas vai além disso.

(Aproveite para ler: Os principais desafios das PMEs no Brasil: como superá-los?).

Você sabe o que é Selic Meta e Selic Over?

A Selic Meta nada mais é do que tudo o que acabamos de falar até agora: é a principal taxa de juros da economia e que controla todas as demais taxas. Desse modo, quer dizer que, quando a Selic aumenta, o custo do dinheiro também sobe, desestimulando os investimentos e afetando a economia. 

Já a Selic Over se refere a média ponderada das operações no sistema Selic e interfere diretamente no valor da CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Em outras palavras, é a taxa praticada no caso de uma instituição financeira emprestar dinheiro para outra e usar os títulos públicos como garantia. 

Qual a relação da Selic com a inflação e como ela afeta seu dinheiro?

A proposta da Selic é manter a inflação controlada, portanto, qualquer alteração na taxa de juros influenciará no aumento ou queda da inflação. 

De maneira geral, a alta da Selic visa desacelerar a economia e impedir que a inflação aumente. Em contrapartida, a queda aquece a economia, incentiva o consumo e aumenta a inflação se ela estiver abaixo da meta. Contudo, isso também pode encarecer matérias-primas, insumos e produtos.

É por isso que esse sistema é usado como um indicador da situação econômica no país. 

Funciona basicamente assim: 

  • Se a Selic cai, a tendência é que os bancos reduzam suas taxas de juros, facilitando o acesso ao crédito e a inflação sobe;
  • Se a Selic sobe, os preços tendem a ficar mais baixos ou estáveis e os juros de crédito aumentam. 

Então, o que é melhor?

O mais adequado, nesse caso, é que haja equilíbrio para que não ocorra nenhuma situação extrema que possa colocar a empresa em risco.

Investimentos que são afetados pela Selic 

As mudanças no sistema Selic atinge a rentabilidade de diversos investimentos. Entre eles, podemos citar: 

  • Títulos do Tesouro Direto (Tesouro Selic): se a Selic estiver mais de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 0,5% sobre o valor que foi depositado + a taxa de referência
  • Caderneta de poupança 
  • Investimentos de renda fixa 

Você acabou de conferir como funciona o Sistema Especial de Liquidação e Custódia. Esperamos que este conteúdo tenha sido útil. Se quiser ler outros materiais como esse, é só acompanhar nosso blog e nossas redes sociais. Até a próxima! 

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui embaixo que responderemos em seguida!

Posts relacionados

6 Ferramentas indispensáveis para o processo de recuperação de crédito

Nos últimos anos muitos programas e softwares foram desenvolvidos a fim de auxiliar as operações de recuperação de crédito. Mas por que investir em uma ferramenta para fazer cobrança? Como ela pode, de fato, ajudar o seu negócio? Além de garantir mais eficiência no processo, contar com uma ferramenta de cobrança agrega também nas funções […]

Destaques

4 min