Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

10 mitos e verdades sobre nome sujo na Serasa!

Estar com o nome sujo — ou negativado — significa que você tem cadastro ativo em um dos órgãos de proteção ao crédito, como a Serasa Experian, por conta de alguma dívida pendente.

Segundo dados da Serasa, o Brasil tem cerca de 61 milhões de pessoas inadimplentes. De modo geral, ao ter essa restrição no CPF ou CNPJ, o consumidor acaba tendo menos opções de crédito no mercado, seja para realizar uma compra a prazo, solicitar um empréstimo, financiamento ou até um cartão de crédito. Isso acontece porque os bancos e instituições financeiras costumam fazer análise de crédito.

Portanto, para esclarecer quais restrições a negativação pode trazer e quais os seus direitos nessa situação, preparamos uma lista com 10 mitos e verdades sobre o nome sujo. Confira!

Mitos e verdades sobre nome sujo: confira agora!

1. A empresa precisa avisar que meu nome será negativado

Sim! Quando a empresa credora coloca o CPF do devedor na Serasa, ele deve receber uma notificação informando que, se a dívida não for paga dentro do prazo estabelecido, seu nome será negativado.

O Código de Defesa do Consumidor, inclusive, determina que a notificação seja enviada com antecedência e por escrito.

2. Há um prazo máximo para meu nome ficar sujo

Verdade! Há um prazo máximo de cinco anos para que o CPF negativado saia dos órgãos de proteção ao crédito, a partir da data da dívida.

Após esse período, o nome do devedor precisa ser retirado da lista de inadimplentes. Porém, depois de cinco anos, a dívida não deixa de existir e o credor ainda pode cobrá-la na justiça.

Vale ressaltar que, o histórico do cliente é medido pelo score. A ferramenta, através de cálculos estatísticos, define a probabilidade de inadimplência de um cliente.

Como sabemos, a pontuação do score vai de zero a mil: quanto maior, melhor classificada é a pessoa em relação aos seus pagamentos.

Para realizar o cálculo, são consideradas informações como: data de nascimento, região onde mora, CPF, valor de dividas ativas, lugares onde foram registrados débitos, existência de ações judiciais, etc.

Cada uma dessas informações possui um peso na hora de definir a sua colocação como consumidor no score, sendo que algumas influenciam mais que as outras.

Lembrando que qualquer empresa ou banco pode solicitar esses dados para definir se vai ou não conceder crédito a alguém. Consequentemente, se a pessoa esperou uma conta caducar, o score estará com uma pontuação baixa e poderá interferir na liberação do crédito solicitado.

3. Se eu renegociar a dívida, meu nome continuará sujo até que ela seja quitada

Mito! Ao renegociar a dívida, o consumidor tem que assinar um documento com os detalhes desse acordo, a dívida anterior é extinta e uma nova dívida surge. Nesse caso, seu nome deve ser retirado dos cadastros negativos após o pagamento da primeira parcela.

Se isso não acontecer, o cliente pode entrar com uma ação judicial contra a empresa, pedindo a exclusão e indenização. No entanto, se o combinado não for cumprido nas datas agendadas, o nome do devedor volta a ficar sujo.

4. Meu nome pode ser negativado sem eu estar devendo

Verdade! Falsificações de documentos e assinaturas são muito comuns e podem levar consumidores à inadimplência injustamente. Nessa situação, ao ser notificado, é importante que o consumidor faça um boletim de ocorrência e procure a empresa credora para resolvê-la.

Além disso, é recomendado avisar ao órgão de proteção ao crédito de que sua documentação foi clonada.

Se buscar a justiça, a pessoa que sofreu a fraude tem direito de ser indenizado pela empresa credora por danos morais. O consumidor só perde o direito à indenização por danos morais se já esteve com o nome sujo antes.

5. Posso receber mensagens e ligações insistentes de cobrança

Mito! Receber mensagens e ligações de cobrança diariamente ou passar por situações de constrangimento pode ser considerado cobrança abusiva, segundo o Código de Defesa do Consumidor.

Por isso, para evitar amolações, é melhor se precaver. Quem está inadimplente deve buscar um acordo com o credor o quanto antes para evitar que a dívida vire uma bola de neve no futuro.

O consumidor pode procurar diretamente a empresa credora ou utilizar os serviços de renegociação de dívida online dos cadastros de inadimplência, como a Serasa Experian, Procon e associações de defesa do consumidor.

6. Posso ser recusado em uma vaga de emprego

Sim! Desde 2012, o Tribunal Superior do Trabalho determina que qualquer empregador pode decidir contratar ou não um funcionário se o nome dele estiver sujo.

7. O banco pode impedir que eu abra uma conta

Verdade! O banco pode impedir a abertura de conta corrente e, para quem já é correntista, ainda pode bloquear o cheque especial e suspender a entrega de talões de cheques.

8. O banco pode descontar dinheiro da minha conta automaticamente

Sim, o banco pode descontar dinheiro automaticamente da conta corrente por causa de um empréstimo não pago, desde que isso esteja previsto em uma cláusula no contrato. Segundo o STJ (Superior Tribunal de Justiça), a instituição financeira pode descontar o valor que quiser.

Se o consumidor se sentir lesado por um desconto excessivo, que limite sua subsistência, deve buscar a justiça para renegociar os valores.

9. A instituição de ensino pode recusar a renovação da minha matrícula

Verdade! Escolas e faculdades podem recusar a renovação da matrícula por inadimplência, mas sem causar constrangimento. Além disso, durante o ano letivo, a instituição de ensino não pode impedir o aluno de frequentar as aulas ou realizar provas, nem se recusar a entregar o certificado.  

10. O banco pode negar crédito depois que meu nome estiver limpo

Verdade. O credor tem o direito de negar crédito ao consumidor que ficou devendo, mesmo que ele tenha pago a dívida ou que o débito tenha caducado após cinco anos.

Nos serviços de proteção ao crédito, consumidores têm um score de crédito – uma pontuação que indica a chance conseguir empréstimos, financiamentos e carnês no mercado. Com o nome sujo, a pontuação cai, mas pode subir com o tempo, na medida em que o cliente realiza pagamentos em dia novamente, entre outras iniciativas.

“É como emprestar dinheiro para um amigo que demora a pagar de volta. Mesmo depois que ele paga, você fica desconfiado de emprestar de novo, mas com o tempo, retoma a confiança”, explica Raphael, da Serasa.

E então, o que achou deste conteúdo? Você acabou de conferir 10 mitos e verdades sobre nome sujo. Para ler outros materiais como esse, acompanhe nosso blog e nos siga nas redes sociais!  

Ainda tem dúvidas sobre negativação? Entre em contato conosco pelos comentários!

Posts relacionados

O que é ação judicial de cobrança e como ela funciona

Você sabe o que é ação judicial de cobrança? Apesar do nome já indicar que há envolvimento da justiça, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como ela funciona e em quais circunstâncias é utilizada. Entenda!

Negativação e Cobrança

2 min

28 respostas para “10 mitos e verdades sobre nome sujo na Serasa!”

  1. Lorena Silva disse:

    Si meu nome estiver sujo em uma loja ,. E eu tiver um crediário aberto em outra loja e tiver pagamento em dia eu vou poder comprar nessa loja ainda sendo que meu nome vai tá sujo na outra loja

    • Lorena Silva, se nesta loja que você tem crediário, fizerem uma consulta de seu CPF, dificilmente você conseguirá efetuar a compra, pois constará que seu nome está negativado.

  2. Manoel simonico silva freitas disse:

    Posso fazer um cartão de crédito

    • Manoel, se seu nome estiver constando nos órgãos de proteção ao crédito, como a Serasa Experian por exemplo, não será possível você fazer um cartão de crédito.

  3. Kelli disse:

    Uma empresa pode consultar o CPF da mãe e do pai de um candidato a uma vaga de emprego e se um séries estiver com o nome negativado, a empresa pode barrar a contratação do candidato, mesmo ele sendo maior de idade e tendo o nome limpo?

    • Kelli, infelizmente as empresas podem fazer isso sim. Mesmo que o filho seja de maior, talvez ele depende dos pais. Então, por isso as empresas podem barrar a contratação. Mas não é uma regra, depende da política da empresa.

  4. Marcos Rogério Dantas disse:

    Meu nome depois de 5anos limpo agora apareceu uma empresa de cobrança, colocou meu nome no Serasa. Como faço para resolver isso.

    • Marcos Rogério, após 5 anos seu nome não pode constar no banco de dados de negativados do Serasa. Você precisa entrar em contato para verificar e, se acaso for uma negativação indevida, você pode tomar medidas cabíveis.

  5. Katiane disse:

    C meu nome estiver sujo em outras financeiro e eu tiver em dia com meu cartão de crédito o banco pôde bloquear ele

    • Katiane, sim. Se você está com registro em SPC ou SERASA por causa de uma dívida que não foi paga, mesmo que esteja em dia com o banco no qual tenha conta ou cartão de crédito, poderá ter seu cartão, cheques e outras linhas de crédito bloqueados. Porém, eles devem enviar aviso prévio antes de efetuar o bloqueio de seu cartão.

  6. Antônio Carlos da Cunha disse:

    Bom dia, consultei meu score e lá fala que meu nome está limpo mas minha pontuação é 416 como faço para aumentar meu score pois o mesmo diz que não tenho pendências

    • Redação disse:

      Olá Antônio. Vários fatores podem influenciar para que seu score seja reduzido, podendo ser: contas atrasadas, histórico de contas atrasadas, alto volume de consultas feitas em seu nome em um curto espaço de tempo e baixo relacionamento com o mercado. Para melhorar a situação as dicas são: mantenha suas contas sempre em dia, atualize seu cadastro direto na Serasa Consumidor, sinalize seu CPF em compras e verifique se seu cadastro positivo está tudo correto, pois a partir do cadastro positivo, muitas mudanças estão sendo planejadas para auxiliar a melhorar a reputação do brasileiro, tendo em vista que até então havia apenas informações que reduziam o score e agora haverá informações para ajudar a melhorar.

  7. Luciana Conceição disse:

    Meu nome está perto de caducar quando caducar meu score vai aumentar ou continuar o mesmo

    • Redação disse:

      Olá Luciana. O fato da dívida “caducar” não quer dizer que a dívida não existe mais, ela apenas não pode mais ser comunicada pelos órgão de proteção ao crédito, porém caso as empresas consultem seu score, perceberão que existem detalhes não divulgados e assim poderão até mesmo negar uma venda com uma simples consulta de score. Seu score só vai aumentar conforme a pontualidade de pagamentos e não existência de dívidas.

  8. Milena disse:

    Conta poupança também podem ser bloqueadas?

    • Redação disse:

      Olá Milena. Em relação a bloqueio de contas, apenas a justiça pode realizar essa ação e não algum dos órgãos de proteção ao crédito.

  9. Herik disse:

    Olá,se eu limpar meu nome no Serasa com um parcelamento a vista ainda fico devendo ?por exemplo eu devo a ponto frio e a Renner,

    • Redação disse:

      Olá Herik, Caso você faça uma renegociação, você assumirá um novo compromisso (nova dívida) e a dívida antiga deixará de existir (será baixada). Dessa forma, caso você volte a não realizar o pagamento, seu nome poderá ser negativado novamente.

  10. Denny Carvalho disse:

    01 – Tenho dívidas atrasadas desde 2013 e ao fazer uma consulta do meu CPF no SPC, essas dívidas ainda estão lá.
    Não deveriam dar baixa nessas pendências visto que já se passaram mais de 5 anos ?
    02 – Em uma dívida de 2013 me propuseram um desconto de 96% da minha dívida, acabei aceitando o acordo e paguei. Eu era obrigada a pagar ou devia ter ligado para o Serasa e solicitado a baixa ?
    03 – Como faço para solicitar a baixa dessas dívidas de 5 anos pra trás ? Elas não deveriam sumir da tela ao consultar meu CPF no SPC ?
    04 – Não pagando essas dívidas de 2013, meu score aumentaria se eu começasse a ser pontual nas contas e seguisse as outras dicas que você deu ?

    • Redação disse:

      Olá Denny, tudo bem?

      Em primeiro momento é bom verificar a origem dessa dívida, se é no Serasa ou SPC, pois elas são instituições e banco de dados diferentes. Em via de regra, quando você negocia uma dívida, a primeira deve ser baixada, pois você renegociou e fez uma nova dívida, a qual só poderia ter sido negativada após o vencimento estabelecido na renegociação. Em relação as dívidas com mais de cinco anos, peço que entre em contato diretamente com a instituição e peça uma verificação, pois de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, não poderia exibir mais essa dívida. Por fim, em relação ao seu score, o ideal é quitar todas as suas dúvidas (inclusive as que já “caducaram”) e manter seus pagamentos sempre em dias, pois conforme o tempo o score vai aumentando progressivamente, além do auxilio do Cadastro Positivo que teremos a partir desse ano. Mais detalhes de como melhorar a sua situação, você pode conferir neste outro conteúdo nosso: https://www.scccheck.com.br/blog/dicas-para-aumentar-a-pontuacao-no-score/

  11. Sérgio Luiz disse:

    Boa tarde!
    Meu nome é Sérgio, meu nome foi negativo por um banco e me parece que se passaram os cinco anos e eles venderam esta dívida para estas empresas de cobrança.
    Esta empresa por ter comprado esta dívida pode pedir pra negativa meu nome de novo?
    Obrigado!

    • Redação disse:

      Olá Sergio, tudo bem?
      Por lei, toda negativação ou protesto podem ser divulgados apenas pelo prazo de cinco anos após a data do vencimento da dívida. Posteriormente a esse prazo a empresa pode e deve continuar cobrando porém não poderá comunicar essa informação a nenhum órgão de proteção ao crédito. O que acontece é que o banco guarda esse informação e o mesmo utiliza esse dado para reprovar ou reduzir seu crédito, mesmo que a negativação já tenha sido decursada.

  12. chrislainy disse:

    Estou devendo a dacasa financeira eles estão me cobrando 5x o valor que peguei no Emprestimo sou obrigada a pagar esses juros ? Caso eu não pague e não tenho nada no meu nome eles podem me tomar algo sendo dos meus pais ? No nome dos meus pais ou do meu marido ? Ou só se tiver algo em meu nome ? Pois to tentando acordo e eles ainda não abaixaram os juros peguei 13 mil querem 49 um absurdo

    • Redação disse:

      Olá Chrislainy, tudo bem?

      Depende de cada situação. Se você verificar o contrato que assinou no momento que fez o empréstimo, com certeza está previsto as ações a serem tomadas em caso de inadimplência. É complicado te responder com certeza aqui, porque cada instituição tem o seu contrato. Pode verificar nele, que você encontrará todas as resposta que nos trouxe. Algo mais que podemos ajudar?

  13. Curso Terapia Capilar disse:

    Sou a Amanda Da Silva, gostei muito do seu artigo. Nota 10 gostei muito.

  14. 2 Via disse:

    Seu conteúdo ficou muito bem elaborado.

  15. Letícia disse:

    Que bom que gostou, Camila. Continue acompanhando nosso blog para conferir outros conteúdos.