Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Saiba como aproveitar o final do ano para recuperar crédito

Lidar com clientes inadimplentes nunca é fácil. Fazer cobrança, na verdade, é sempre uma tarefa complicada. No entanto, alguns momentos do ano são mais favoráveis para recuperar crédito e você deve aproveitar essas oportunidades. 

Não importa o tamanho do seu negócio e o tipo de produto que você vende, com certeza o final do ano é uma época esperada e promissora, não é mesmo? Pois é exatamente nesse período que você precisa alocar esforços para receber pelas dívidas atrasadas ou não pagas de seus clientes. 

Para te ajudar, vamos explicar o porquê o final do ano é uma boa hora para recuperação de crédito e te dar algumas dicas de como fazer isso. Ficou interessado? É só continuar a leitura para conferir! 

Aproveite a melhor época do ano para recuperar crédito em seu negócio!

Não é somente pelas festas e comemorações de final de ano que as pessoas tendem a gastar mais nesse período, tem a ver também com o pagamento do décimo terceiro salário, que é feito entre os meses de novembro e dezembro. 

É justamente por conta do recebimento desse dinheiro que o último bimestre do ano é tão esperado, pois aquece o mercado e ainda impacta positivamente os índices de recuperação de crédito. 

Portanto, é hora de colocar em prática algumas técnicas de cobrança em sua empresa para que você consiga renegociar as dívidas com seus clientes que estão inadimplentes. E, veja bem, negociar não significa sair no prejuízo, como muitos pensam. 

4 dicas de recuperação de crédito para colocar em prática

Nós já mostramos em uma matéria anterior algumas dicas para driblar a inadimplência, confira então como tornar esse processo mais eficaz:  

1. Tenha uma boa gestão de cobrança 

Considere a gestão de cobrança algo realmente essencial para qualquer negócio. Através dela, você consegue identificar todos os clientes que estão com dívidas atrasadas, o tempo que estão atrasadas, valores, prazos, enfim. 

Você tem acesso a todas as informações que necessita para poder cobrá-los de fato e da maneira correta. Afinal de contas, existem diferentes perfis de clientes e tipos de devedores. Uma abordagem inadequada pode colocar tudo a perder. 

2. Ofereça opções de pagamento e faça análise de crédito

Tente entender os motivos pelos quais seus clientes atrasaram ou não realizaram os pagamentos. Faça análise de crédito para verificar se eles possuem outras pendências, como se comportam no mercado, qual a capacidade de pagamento.

Dessa forma, você conseguirá encontrar opções que sejam vantajosas para ambos os lados. 

3. Use a tecnologia a seu favor 

A ligação será sempre um meio muito utilizado para fazer cobranças, mas você pode fazer ainda mais. Envie notificações por e-mail, SMS e whatsapp para informar que sua empresa tem condições especiais para a pessoa pagar a conta e começar o novo ano livre de pendências. 

4. Faça negativação 

Quando apenas a cobrança por telefone e mensagens não é suficiente, é o momento de partir para a negativação. Como você sabe, a negativação é feita junto a um órgão de proteção ao crédito, como a Serasa

Com acesso a todos os dados do consumidor e da dívida não paga, a instituição irá enviar uma carta ao devedor para informá-lo sobre a dívida e o registro de negativação. Feito isso, a pessoa terá até 10 dias para regularizar a situação. 

Para saber mais sobre, leia nosso conteúdo completo: Como acontece a negativação de devedores e quando ela é feita. 

E então, pronto para fechar o ano com o número de clientes inadimplentes reduzido? Aproveite também para acompanhar outras postagens como essa, basta ficar de olho em nosso blog e nos seguir nas redes sociais. Até a próxima! 

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo que responderemos em seguida!

Posts relacionados

Educação financeira: 4 dicas para separar o dinheiro da empresa das finanças pessoais

Por falta de educação financeira, muitos empresários acabam perdendo o controle do seu negócio ao cometer um erro básico: misturar as finanças pessoais com as contas da empresa. As grandes redes costumam ter uma gestão financeira mais estruturada e contam com gerentes e diretores financeiros para controlar cada aspecto do fluxo de caixa. O mesmo […]

Destaques

4 min

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio